A escrita como forma de cura

Escrever é uma forma muito interessante de "colocar" as emoções para fora, dar sentido a elas, trazer significados e cura.




Você já teve a sensação de que seus pensamentos e sentimentos se acumulam dentro de você e que parece que em algum momento você vai explodir? Pode ficar tranquilo, isso acontece com muitas pessoas.


Mágoas, ressentimentos, traumas e dores do passado, quando não são tratados em psicoterapia, podem ficar indo e voltando na nossa mente, junto com toda carga emocional da experiência negativa vivida.


Estresse, cansaço, estafa e administração dos problemas atuais da vida, consomem grande parte dos nossos pensamentos. São tantos afezeres, tantos compromissos e corre para um lado, pra outro e não pra.


Ansiedades em relação ao futuro, "será que vai dar certo?", "como será que vai ser", "será que vou dar conta", problemas acumulados, situações mal resolvidas, "o que vão pensar de mim?"...


Toda essa carga mental que fica consumindo nossa energia, atrapalhando nosso desenvolvimento pessoal, profissional e de relacionamentos, não deixa a gente dar um passo além porque consome toda a nossa energia.


Você já experimentou tirar tudo isso de dentro da sua cabeça através das palavras escritas, contando uma história "fictícia", como se estivesse falando com alguém ou falando de você mesmo? Sim, escrever sobre um problema, trauma, ansiedade, etc. é uma forma terapêutica de tirar de dentro de colocar para fora. Você pode até inventar um final diferente daquilo que já aconteceu ou dá forma que você gostaria que algo que você quer aconteça.


Nosso cérebro não sabe a diferença do que é real e do que é imaginado, por isso ficamos tão tensos em um filme de suspense ou ficamos emocionados ouvindo histórias trágicas. Sabendo disso, você pode contar tantas histórias com final satisfatório que seu cérebro vai produzir sentimentos bons e por consequência, você irá se sentir melhor.


Produza algo com isso que está te incomodando do lado de dentro!


Escrito por Fernanda Visciani

17 visualizações